Home
E-mail
Linha
Buscar no site:
Atendimento
Atendimento: (48) 3024-7560
Atendimento

Bullying entre irmãos

25 de Agosto de 2017 - 10h49min

Provocações e rivalidades entre irmãos são comuns e até consideradas saudáveis por especialistas. Normalmente seguidas de momentos de paz e cumplicidade, elas fazem parte do amadurecimento dos pequenos. Mas é preciso ficar de olho. Quando extrapolam os limites, podem mascaram uma agressão mais séria e frequentemente atribuída ao ambiente escolar, o bullying.

Esse tipo de comportamento, caracterizado por atos de violência física, moral ou psíquica que são praticados por um indivíduo e que afetam a saúde mental ou física de outro, pode ser mais comum do que se pensa dentro do ambiente familiar.

Como consequência, as vítimas apresentam sérios danos na saúde mental, como altos níveis de ansiedade e depressão. As desavenças e competições entre irmãos normalmente são movidas pelo ciúme relativo ao amor dos pais e pela competição inerente ao desenvolvimento das crianças.

Depressão, ansiedade, baixo rendimento escolar e isolamento são alguns dos sintomas mais comuns apresentado por quem sofre bullying. E quando as agressões partem dos próprios irmãos, essas consequências podem ser ainda mais graves, porque o meio familiar deve representar um ambiente fraterno, protegido, no qual os pais devem ser os balizadores de comportamento aceitos ou não aceitos entre irmãos.

Para lidar como o problema? O diálogo com os filhos é fundamental. Mediar a relação entre os irmãos e estabelecer limites é uma função que os pais devem assumir ao longo do desenvolvimento das crianças. Caso excessos sejam observados, em vez de buscar culpados e vítimas, os pais devem refletir sobre o comportamento dos filhos e buscar ajuda.

Quando o bullying entre irmãos ocorre, a atenção deve se voltar para o conjunto familiar e pensar nos motivos pelos quais um dos filhos assume o lugar da vítima e o outro do carrasco e qual a participação dos pais nesta situação.                                                                                                

Fonte: Jaqueline Sordi (Diário)

 

A terapia floral pode auxiliar sempre nos casos de questões familiares, levando ao entendimento, soluções para os desequilíbrios e superação de conflitos.

Neste caso do bullying entre irmãos, podemos indicar a Fórmula Floral “Relacionamentos” a toda a família, para resolver os problemas de disputas entre os irmãos e melhorar o relacionamento entre pais e filhos. 

https://goo.gl/ZQp9w6

Caso as consequências do bullying já estejam visíveis como: depressão, ansiedade e isolamento, sugerimos a associação das Fórmulas Florais “Disposição Alegria”:

https://goo.gl/HmSb2A

E “Ansiedade Preocupação:

https://goo.gl/JXb19X


Compartilhar

Facebook
Facebook
Skype
Gotas do Infinictho - Sua essência é vida infinita
Rua Araci Vaz Callado, 1857 - Estreito - Florianópolis - SC - CEP 88090-260
SAC: +55 (48) 3024-7560 | E-mail: [email protected]
Whatsapp
Desenvolvido por: CriSite